Viver

Há nova arte urbana em Caldas da Rainha, com trabalhos inspirados em Bordallo e na Covid-19

22 jul 2020 17:56

Trabalhos desenvolvidos no âmbito do Festival Artístico de Linguagens Urbanas (FALU).

São cinco os edifícios de Caldas da Rainha que se apresentam com paredes trabalhadas por quatro artistas portugueses ( Add Fuel, Akacorleone, Nuno Viegas e Daniel Eime), no âmbito do Festival Artístico de Linguagens Urbanas (FALU).

Nesta primeira fase – segunda será em Outubro – a Covid-19 e o mestre Bordallo Pinheiro foram os temas que serviram de inspiração aos artistas. Há trabalhos que prestam homenagem a quem tem estado na linha da frente no combate à pandemia, sem esquecer os mais velhos, e outros que recordam o mestre da cerâmica que deixou a sua marca em Caldas da Rainha.

Este é o primeiro festival totalmente dedicado à arte urbana na cidade, reconhecida em 2019 como Cidade Criativa da Unesco, e é uma parceria entre a Câmara Municipal e a Associação Riscas Vadias.

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.