Opinião

O 1º ciclo é fundamental

15 jul 2021 11:56

Também muitos pedagogos comparam a educação com a construção de um edifício, onde uma base sólida permite uma obra mais estruturada e duradora.

Um professor, em todas as etapas escolares dos seus alunos, deve funcionar como um agente facilitador. Este termo pode induzir em erro os mais distraídos, que poderão pensar que o objetivo é tornar mais fáceis os desafios lançados aos alunos mas, na verdade, um professor facilitador é aquele que ajuda o aluno a procurar o melhor caminho para solucionar as suas tarefas, dando-lhe a conhecer as múltiplas ferramentas que estão à sua disposição.

Provavelmente, foi isso que fez a minha professora de Ciências da Educação quando me propôs a leitura de uma vasta biografia de autores ligados ao pensamento de uma escola mais inclusiva e centrada nas particularidades individuais de cada aluno. Um dos temas que mais me chamou à atenção foi o estudo da Teoria Ecológica do D esenvolvimento de Bronfenbrenner.

O psicólogo americano, nascido na Rússia, criou um diagrama sobre o desenvolvimento da criança que consiste em cinco sistemas ambientais que vão desde as interações interpessoais mais próximas do indivíduo, até às extensas influências baseadas na cultura.

Com este diagrama, Urie Bronfenbrenner, quis apresentar de uma forma objetiva o impacto que as mais diversas interações poderão ter no desenvolvimento psicossocial da criança e futuro adulto.

A família surge naturalmente no espaço do microssistema, que é a primeira linha da teoria ecológica. Desta forma conseguimos rapidamente compreender que quando olhamos para os nossos alunos deveremos ter a capacidade de observar mais além e interpretar algumas ações como resultado das suas primeiras experiências de vida.

Numa linha de interação imediatamente a seguir surge inevitavelmente a escola e a sua comunidade envolvente, como fator preponderante no crescimento e desenvolvimento das crianças.

A escola, essa grande instituição, que tantas vezes é menosprezada e desrespeitada levianamente por todos nós, apresenta-se no Diagrama de Bronfenbrenner como elemento fundamental para que os adultos de amanhã sejam pessoas socialmente e tecnicamente bem apetrechadas.

Desta forma, na minha opinião, o 1.º ciclo de ensino apresenta-se como estrutura essencial na construção individual de cada aluno.

As relações e interações com os outros, a capacidade de resiliência, as dinâmicas e a motivação certa para as novas aprendizagens, os métodos de estudo e a responsabilidade. Todas estas referências e mais algumas adquirem-se essencialmente no 1.º ciclo de ensino, talvez por isso os brasileiros atribuírem o nome de “ensino fundamental” a esta etapa escolar dos seus alunos.

Também muitos pedagogos comparam a educação com a construção de um edifício, onde uma base sólida permite uma obra mais estruturada e duradora.

Acredito que se disponibilizarmos mais atenção e qualidade educativa nesta primeira etapa escolar dos nossos alunos e alunas iremos ajudar a resolver inúmeros problemas que mais tarde possam surgir em outros ciclos de ensino e que por vezes se revelam autênticas “pedras no sapato” no percurso académico dos estudantes.

Um 1.º ciclo de ensino bem estruturado, competente, inclusivo, dinâmico e interventivo ajudará a criar alunos mais motivados para frequentar a escola e caminhar lado a lado com toda a comunidade educativa.

Desta forma a escola apresentar-se-á aos seus alunos como um elemento facilitador para atingirem os seus máximos objetivos académicos, profissionais e sociais.

Texto escrito segundo as regras do Acordo Ortográfico de 1990

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.