Opinião

Programar o espaço público

10 out 2019 00:00
joao-bonifacio-serra-professor-coordenador-jubilado-do-politecnico-de-leiria
João Bonifácio Serra, professor coordenador jubilado do Politécnico de Leiria

O cidadão que deambula pela praça, cruzando-se com outros cidadãos, recolhe informação, discute, põe à prova as suas opiniões. O anfiteatro é um espaço preparado para a observação e a audição.

Marco novo encontro com Richard Sennett, aqui evocado em crónica anterior a propósito do artesão. Desta vez, o livro recomendado intitula-se Building and Dwelling. Ethics for the Cities, publicado em 2018.

Este poderoso ensaio persegue o tema da cidade aberta, guiado pela questão ética que desafia a política urbana dos nossos dias: “Deve o urbanismo representar a sociedade tal como existe, ou procurar mudá-la?”

Ao longo do texto, Sennett recorre frequentemente à história da filosofia e do urbanismo da Grécia antiga, onde emergiu o primeiro pensamento consistente sobre o tema. Começando, aliás, com uma citação da Política de Aristóteles que é uma apologia da diversidade. “Uma cidade é formada por diferentes tipos de indivíduos. Pessoas semelhantes não podem dar origem a uma cidade”.

Por isso, em tempo de guerra, Atenas dava guarida a diversas tribos vindas do campo e tratava como exilados os que demandavam a protecção da cidade.

O autor recorre a dois elementos fundamentais da estruturação da cidade grega para traçar uma diferenciação de espaços públicos: a ágora (ou forum) e o teatro (ou auditorium).

A praça é por definição o espaço aberto da cidade, o ponto de encontro dos cidadãos. Aqui tudo se passa ou pode passar, ter uma conversa fortuita ou fechar um negócio, expressar uma opinião sobre um pleito jurídico ou fazer uma refeição, manifestar uma devoção à divindade ou escutar o magistério de um filósofo, dar ouvidos a um rumor ou tecer uma intriga.

A ágora convida à participação.

O cidadão que deambula pela praça, cruzando-se com outros cidadãos, recolhe informação, discute, põe à prova as suas opiniões. O anfiteatro é um espaço preparado para a observação e a audição.

Espectador e perfomer ocupam lugares distin

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO