Sociedade

"A minha irmã tem oito anos e gostaria que ela pudesse ter um planeta onde pudesse viver”

14 dez 2020 11:43

Clima | Seis jovens portugueses processaram, no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, 33 países europeus por não tomarem medidas concretas. Quatro são de Leiria

a-minha-irma-tem-oito-anos-e-gostaria-que-ela-pudesse-ter-um-planeta-onde-pudesse-viver
Mariana, Catarina, Martim e Cláudia
DR
Jacinto Silva Duro

Em Setembro, o JORNAL DE LEIRIA noticiou que um grupo de jovens portugueses processou 33 países no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos por inacção e ausência de medidas de combate às alterações climáticas.

Agora, o órgão de justiça deliberou que a acção deve transitar para a etapa seguinte do processo jurídico.

Cláudia (21 anos), Mariana (8 anos) e Martim (17 anos) são três irmãos de Leiria que se juntaram a Catarina (20 anos), outra amiga, também natural da cidade, e ainda a André (12 anos) e a Sofia (15 anos), residentes em Lisboa, nesta luta de David contra Golias.

Pretendem “apenas” que se acabe com a passividade e que se tomem verdadeiras medidas para salvar o lar planetário de todos nós.

Os jovens solicitam ao tribunal que emita ordens vinculativas aos Estados para que estes se envolvam e tomem resoluções concretas para assegurar que há um retrocesso no desequilíbrio do clima do planeta.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
ASSINE JÁ