Sociedade

Alcobaça e Nazaré propõem mobilidade e zonas de lazer ao longo de 14 quilómetros

30 jun 2020 18:52

Apresentação do projecto Mobilidade Suave do Rio Alcoa decorreu esta tarde, no Your Hotel & Spa Alcobaça, e contou com a presença secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel.

alcobaca-e-nazare-propoem-mobilidade-e-zonas-de-lazer-ao-longo-de-14-quilometros
Projecto foi apresentado hoje em Alcobaça
Daniela Franco Sousa
Daniela Franco Sousa

São 14 quilómetros de uma infra-estrutura que promete reforçar a ligação entre municípios vizinhos, ao mesmo que permite aos seus utilizadores desfrutar de diferentes zonas de lazer ao longo do rio.

Os presidentes de Câmara de Alcobaça e da Nazaré apresentaram desta forma, hoje à tarde, o seu mais recente projecto comum, de mobilidade suave ao longo do Rio Alcoa, um plano que propõe a criação de uma ligação pedonal e ciclável entre os dois concelhos. Isso e muito mais.

Entre os convidados da sessão de apresentação, que decorreu no  Your Hotel & Spa Alcobaça, estiveram, entre outras personalidades, Carlos Miguel,  secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, e Isabel Damasceno, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro.

Paulo Inácio, presidente da Câmara de Alcobaça, começou por manifestar o seu “enorme prazer” em apresentar um projecto comum, “de dois concelhos irmãos”, que só é possível na medida em que entre Alcobaça e Nazaré há “respeito institucional” e “amizade”. Em causa está um projecto intermunicipal de mobilidade suave, que não só beneficia o meio-ambiente, como qualifica o espaço onde se insere, considerou o autarca.

Num contexto de grande competitividade, Alcobaça e Nazaré apostaram num projecto que pretende afirmar o território no seu todo, considerou, por sua vez, o presidente de Câmara da Nazaré, Walter Chicharro.

Coube a Luís Pereira, arquitecto, levar a cabo a apresentação mais técnica do projecto. Assim, a este projecto de ligação pedonal e de ciclovia, que terá 14 quilómetros, foi dado o nome de Caminhos dos Monges – Entre a Terra e o Mar. Do lado de Alcobaça, o percurso tem início na zona do Museu Raul da Bernarda, onde serão disponibilizadas bicicletas e, na Nazaré, o ponto de partida será junto ao Porto de Abrigo.

Pelo meio, os utilizadores contarão com um trajecto onde podem contemplar o rio e os campos agrícolas. Ao longo do percurso haverá 11 pontes, algumas das quais construídas em madeira e outras em metal e tamb&e

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Se efectivar a sua assinatura durante o mês de Maio, 10€ reverterão para o combate à fome na nossa região.