Sociedade

Alunos de Leiria fazem-se ouvir no Parlamento em Estrasburgo

21 dez 2019 13:13

Vinte e quatro alunos da Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria, representaram Portugal no Parlamento Europeu, onde expuseram as suas ideias sobre temas da actualidade.

Jovens de Leiria estiveram em Estrasburgo a participar no Euroscola
Jovens de Leiria estiveram em Estrasburgo a participar no Euroscola
Elisabete Cruz
Jovens de Leiria estiveram em Estrasburgo a participar no Euroscola
Jovens de Leiria estiveram em Estrasburgo a participar no Euroscola
Elisabete Cruz

Pela sétima vez, a Escola Secundária Domingos Sequeira, de Leiria, foi a vencedora do projecto Parlamento Jovens, tendo garantido assim a presença no Euroscola em Estrasburgo, onde os alunos discutiram soluções para o ambiente, a segurança e direitos humanos, o consumo de drogas e álcool nos jovens, o futuro da Europa, a migração e integração e o emprego dos jovens.

Durante um dia, os 24 estudantes de Leiria foram divididos em vários grupos para debaterem medidas com os colegas de mais 18 países. Depois de algumas horas de discussão e troca de ideias, cada grupo, que funcionou como uma espécie de comissão de cada tema, redigiu um relatório que foi levado a votação no parlamento para aprovar ou chumbar as propostas de resolução.

Apesar de nenhum ter sido porta-voz do seu grupo, os estudantes de Leiria estiveram sempre muito activos na discussão dos temas. As suas ideias, interrogações, discordâncias e sugestões foram deixadas aos colegas.

No final do dia, saíram do Parlamento Europeu com a sensação de dever cumprido e a acreditarem que a sua voz pode mesmo ser ouvida na União Europeia e que os jovens têm o dever de participar mais activamente nas decisões do País e da Europa. Os administradores do Parlamento Europeu falaram um pouco sobre a União Europeia e a solidariedade e a união necessárias entre os países.

Lourenço Costa confessa que estes foram valores que sentiu na sua participação. “Foi óptimo ‘obrigarem-nos’ a conviver com outras pessoas. Isso resultou super bem. Ajudámo-nos mutuamente, todos tínhamos um objectivo comum e, mesmo não falando a mesma língua, conseguimos comunicar e atingir aquilo a que nos propusemos”, afirmou o aluno de Leiria.

Para Sara Guerra a experiência foi “muito enriquecedora”. “Sempre me interessei pela área das relações internacionais e pela política, mas não estava à espera de gostar tanto. O funcionamento, a organização do dia, os temas abordados e estar numa sala com cerca de 500 jovens de outros países foi mesmo espectacular.”

A jovem lembrou que nas últimas eleições europeias, o apelo ao voto dos jovens foi insistente e só agora percebeu melhor a razão. “Nunca tinha realmente entendido a relevância que o voto e a nossa opinião têm. Podemos interrogar-nos como é que a nossa voz vai chegar ao parlamento que é em França, mas ter estado aqui e ter percebido como isto funciona deu para entender que realmente a nossa voz importa e que pode aqui chegar”, salientou Sara Guerra.

A estudante, que integrou o grupo que debateu o emprego, destacou uma das ideias principais da sua ‘comissão’: “criar estágios obrigatórios durante o secundário para os alunos, através de parcerias entre as escolas e as empresas&rdqu

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO