Economia

Associativismo empresarial precisa de se “reinventar”

26 jun 2020 11:32

Presidente da CIP falou em Leiria dos desafios que se colocam às empresas e às associações face aos “novos e disruptivos problemas” que a pandemia trouxe

associativismo-empresarial-precisa-de-se-reinventar
António Saraiva lembrou vários desafios que se colocam ao País
Ricardo Graça
Raquel de Sousa Silva

Como todas as outras actividades, “o associativismo empresarial está em crise e necessita de se reinventar”. A mensagem é de António Saraiva, presidente da Confederação Empresarial de Portugal, que ontem ao fim do dia esteve em Leiria na cerimónia que assinalou os 35 anos da Nerlei, associação que considera “uma referência nacional de bom associativismo que deve ser seguido”.

Para o dirigente, o associativismo empresarial precisa de apresentar “uma nova proposta de valor para os seus associados, porque se continuarmos a fazer mais do mesmo, a repetir as mesmas soluções para estes novos e disruptivos problemas, não estaremos a cumprir bem o nosso papel”.

Na sua intervenção, António Saraiva considerou que se a região de Leiria continua a destacar-se no panorama nacional pela positiva – as exportações têm caído também, mas menos do que a média nacional, por exemplo – “é porque os empresários sempre têm sabido dizer presente, reinventar-se e dar bons exemplos” que devem ser seguidos: inovar, acrescentar valor, diferenciar, tornar os produtos apetecíve

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Se efectivar a sua assinatura durante o mês de Maio, 10€ reverterão para o combate à fome na nossa região.