Sociedade

Cetemares: há cinco anos a pescar valor no fundo do mar

23 jul 2020 18:00

Em cinco anos de actividade, o Cetemares, centro de investigação na área do mar do Politécnico de Leiria, trouxe ao mercado vários produtos alimentares inovadores. Conta já com seis patentes registadas e duplicou o número de investigadores.

cetemares-ha-cinco-anos-a-pescar-valor-no-fundo-do-mar
Medusas, pepinos e ouriços de mar são algumas das espécies que crescem na sala de crustáceos do Cetemares
Ricardo Graça
Maria Anabela Silva

Quase dez milhões de euros de financiamento captado, perto de 50 projectos desenvolvidos, seis patentes registadas – a sétima vem a caminho -, cerca de 200 publicações científicas em revistas internacionais e mais de 80 parcerias com empresas nacionais e estrangeiras.

Estes são alguns dos números que fazem a história do Cetemares, o edifício que acolhe o MARE - Centro de Ciência do Mar e do Ambiente do IPLeiria, inaugurado há cinco anos, em Peniche, e de onde já saíram vários produtos alimentares para as prateleiras dos supermercados, concebidos a partir da valorização de recursos marinhos.

Ao pão, gin, azeite, gelado e mel em pó, confeccionados à base de algas, bivalves, ouriços do mar e outros recursos marinhos, que já estão disponíveis no mercado, há novos produtos em desenvolvimento. É o caso dos hambúrgueres de carne (porco e vaca) com algas, que resultam de uma parceira com a empresa Raporal e que se encontram em “fase de validação de protótipos”.

Também do Cetemares poderá vir a sair uma gama de massas alimentares secas, “com a incorporação de recursos marinhos na sua formulação”, como macro e micro-algas, mexilhão e outros bivalves excedentes da aquacultura. Trata-se, explica Maria Gil, coordenadora do MARE - IPLeiria, de mais um projecto que procura aproveitar recursos que não têm saída no mercado, dando-lhe aproveitamento.

Neste caso, o p

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.