Desporto

Dragões conversam com Chicharro sobre como fazer voar o andebol da Nazaré

12 jun 2020 09:41

Está a ser estudado um protocolo que colocará na vila piscatória as promessas do FC Porto. Projecto, que valorizará o talento local, poderá levar um clube da terra ao escalão principal

dragoes-conversam-com-chicharro-sobre-como-fazer-voar-o-andebol-da-nazare
A foto que comprova a reunião entre Walter Chicharro, António Borges, Rui Ferreira, José Magalhães e Hugo Laurentino
DR

No final do mês de Maio, o presidente da Câmara Municipal da Nazaré recebeu no concelho uma comitiva do Futebol Clube do Porto. À mesa falou-se de andebol.

Na verdade, sabe o JORNAL DE LEIRIA que o assunto discutido foi a possibilidade de o actual campeão nacional fazer uma parceria com um clube da terra de forma a colocar a vila no patamar mais alto da modalidade em Portugal.

Com Walter Chicharro - que preferiu não comentar o almoço - estiveram António Borges, figura máxima da modalidade nos dragões, José Magalhães, mentor do andebol no FC Porto, além de Rui Ferreira e Hugo Laurentino, dois jogadores históricos do clube.

O primeiro dos quais exerce, de resto, as funções de adjunto de José Tomaz na selecção de Cabo Verde que participou no Taça das Nações Africanas, em Janeiro último, e que se apurou para o Mundial do próximo ano.

A estratégia que José Magalhães engendrou para o andebol dos dragões tem como base uma aposta em jovens jogadores, nacionais e estrangeiros, sobretudo cubanos e cabo-verdianos.

São atletas talentosos, com índices físicos de excelência, que depois tenta aprumar já em Portugal, com técnicos de confiança.

No plantel do FC Porto – e até na selecção nacional, já que muitos deles acabam por ser naturalizados - são esses jogadores que têm permitido o crescimento qualitativo que permite a discussão de resultados com os colossos europeus.

Portugal chegou ao sexto lugar no Europeu com Daymaro Salina, Alexis Borges e Alfredo Quintana, todos eles cubanos de origem.

Esta época, jogaram ainda pelos dragões, que ainda estavam em prova na Champions League quando a época foi cancelada em virtude da pandemia, Victor Iturriza, Yoan Balásquez e Ángel Hernández, todos eles da mesma origem.

É precisamente aqui que entra a Nazaré. Sabe o JORNAL DE LEIRIA que os portistas sentem necessidade de ter estes jovens talentos concentrados num só clube, em vez de os espalharem por vários emblemas.

Será uma forma de ter um maior controlo sobre a atmosfera em que residem e, para a vila que os poderá acolher, seria ouro sobre azul.

Na verdade, a relação de amizade de Walter Chicharro com António Borges e José Magalhães permitiu alavancar os contactos. Depois, são as próprias características do local que fazem com que seja interessante, com um bom pavilhão e hotelaria disponível a acolher esta comitiva.

Apesar de as comunicações ainda estarem numa fase embrionária, fonte próxima do processo acredita que têm tud

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Se efectivar a sua assinatura durante o mês de Maio, 10€ reverterão para o combate à fome na nossa região.