Economia

Empresas do Oeste com quebras superiores a 60% no volume de negócios

15 mai 2020 14:04

Questionário da Comunidade Intermunicipal do Oeste avaliou situação do tecido empresarial

empresas-do-oeste-com-quebras-superiores-a-60percent-no-volume-de-negocios
Alojamento, restauração e actividades recreativas entre as mais afectadas
Ricardo Graça/Arquivo

Um questionário realizado online pela Comunidade Intermunicipal do Oeste revelou que 65,4% das empresas registam quebras no volume de negócios superiores a 60%.

O objectivo do inquérito, levado a cabo durante o mês de Abril a empresas com sede e actividade no Oeste, foi avaliar a sua situação face à pandemia de Covid-19 e implementar um programa intermunicipal de apoio à economia e ao emprego na região.

“De 1 a 30 de Abril, foram submetidas 468 respostas válidas, o que corresponde a 8077 trabalhadores, sendo que 73,5% das empresas solicitaram apoio no valor total de 121,7 milhões de euros”, aponta a Oestecim em comunicado agora divulgado.

“Do total de respostas, destacamos os seguintes resultados: 40,4% correspondem a empresas com associação empresarial; 43,6% dos trabalhadores das empresas respondentes têm contrato sem termo; 44,4% das empresas estão actualmente sem actividade”.

Os sectores com quebras superiores a 60% são sobretudo o alojamento, restauração e similares, educação e actividades artísticas, de espectáculos, desportivas e recreativas.

À questão “Como antevê as necessidades de recursos humanos no contexto da situação de pandemia Covid-19?”, 65,84% responderam “manutenção do número de trabalhadores”.

 

 

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.