Sociedade

Investimento de 6,6 milhões de euros para criar ciclovia do Rio Lis

17 dez 2020 19:16

Com cerca de 18,5 quilómetros, a ciclovia ligará Leiria e a foz do Lis, na Praia da Vieira. Projecto de execução será aprovado na próxima reunião de Câmara.

investimento-de-66-milhoes-de-euros-para-criar-ciclovia-do-rio-lis
Ecopista será criada ao longo do Lis, entre Leiria e a foz
Jacinto Silva Duro
Maria Anabela Silva

Serão 18.5 quilómetros, a ligar Leiria e a praia da Vieira. A nova ciclovia representará um investimento na ordem dos 6,6 milhões de euros, a repartir entre os Municípios de Leiria e da Marinha Grande, estando também a ser preparada uma candidatura a fundos comunitários.

A informação foi avançada há momentos, numa comunicação sobre ciclovias feita pelo vereador das Obras Municipais da Câmara de Leiria, Ricardo Santos, através da página de facebook da Autarquia.

Segundo o vereador, o projecto de execução da nova ciclovia será submetido a aprovação na próxima reunião de executivo, agendada para terça-feira. “É um investimento extremamente importante, integrado na estratégia do Município de aposta na mobilidade suave e no desenvolvimento sustentável”, afirmou Ricardo Santos, adiantando que o projecto contempla também a introdução de “pontos sensibilização ambiental”.

“É mais do que uma ciclovia”, reforçou o autarca, manifestado-se convicto que os futuros utilizadores da via funcionarão também como “agentes fiscalizadores” daquela zona.

Na ocasião, Ricardo Santos adiantou ainda que está “em fase de aprovação” o estudo prévio da requalificação do troço do Polis II, entre a Vala Real e a Ponte das Mestras, dando continuidade à obra em curso a nascente (entre a Vala Real e São Romão), que deverá ficar concluída “dentro de poucas semanas”.

De acordo com as explicações do vereador, o Polis II terá ligação ao parque verde, a construir junto à urbanização de Santa Clara e à futura ciclovia do Lis. Além do pavimento, haverá um reforço da iluminação.

Entre as ciclovias projectadas, está uma nova a criar na EN356-2, entre o limite do concelho da Batalha e a Guimarota, com sete quilómetros, e outra que ligará a estação de comboios de Monte Redondo e o recém-criado parque de lazer da Aroeira, com cerca de um quilómetro. Está também previsto um troço de ciclovia, com perto de 1,1 quilómetro, ao longo da EN109-9.

Durante a apresentação que fez, o vereador das Obras Municipais explicou ainda a estratégia de criação de ciclovias partilhadas, que está a ser executada em algumas ruas da cidade, através da pintura de sinalização na via indicando que, naquela rua, a bicicleta está “ao mesmo nível do automóvel”.

Ricardo Santos sublinhou que este tipo de intervenção, “rápida e de pouco dispendiosa”, visa a criação de condições de segurança para a partilha de via, em ruas onde não é possível, pela sua largura, criar ciclovias autónomas.

 

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.