Desporto

Negócio envolvendo Jan Oblak pode valer jackpot à União de Leiria

5 jun 2021 13:13

Falada transferência para o Manchester United do craque esloveno poderá valer ao clube uma verba a rondar os 320 mil euros

negocio-envolvendo-jan-oblak-pode-valer-jackpot-a-uniao-de-leiria
Jan Oblak jogou uma temporada na União e Leiria por empréstimo do Benfica
Ricardo Graça/Arquivo

O Manchester United quer garantir os serviços de Jan Oblak já para a próxima temporada. O guarda-redes do Atlético de Madrid, para muitos o melhor do mundo, está bem seguro por uma cláusula de rescisão de 120 milhões de euros, mas o clube inglês quer baixar esse valor incluindo na transferência o passe do também guardião David De Gea, há dez temporadas a jogar em Inglaterra e que assim regressaria ao campeão vizinho.

Incluído o passe do espanhol, a mudança de ares do futebolista esloveno passaria a estar avaliada em 80 milhões de euros, garante o tablóide The Mirror. Ora, esta informação interessa sobremaneira aos dirigentes da União de Leiria.

Porquê? Emprestado pelo Benfica, jogou com o castelo ao peito na temporada 2011/12, o que terá de ser recompensado, segundo os ditames da FIFA.

Foi precisamente na última época do clube na 1.ª Liga. Jan Oblak somou 17 partidas e até esteve presente num dos momentos mais negros da instituição, aquele desafio com o Feirense, jogado na Marinha Grande, em que a União de Leiria entrou em campo com apenas oito futebolistas.

Com 18 anos, inicou a temporada como suplente, mas mostrou qualidade e conquistou a titularidade, mas em ano de crise somou apenas uma vitória.

Vasco Évora era o responsável pelo treino específico. Na altura, deu uma entrevista onde disse que o pupilo poderia ser um dos melhores do Mundo.

“Criticaram-me muito, mas a verdade é que nunca tinha visto nada assim. Era aplicado, mas tecnicamente diferente. Às vezes até passava por desengonçado, mas tinha que ver com a escola. Ele contava-me que os treinos na Eslovénia eram muito duros, que lhe mandavam bolas à cara para perder o medo.”

Curiosamente, Oblak até já fez entrar algum dinheiro nos cofres unionistas. O clube teve direito a uma compensação, de mais de 65 mil euros, pela venda do jogador do Benfica para o Atlético de Madrid, por uma verba a rondar os 16 milhões de euros. Agora, o desejo dos dirigentes do clube do castelo é que o guarda-redes volte a ser transferido.

É que segundo o Mecanismo de Solidariedade da FIFA, criado no inicio dos anos 2000 com o objectivo de incentivar os clubes a formarem atletas, até 5% do valor total de cada transferência internacional de um atleta deve ser dividido proporcionalmente a todos os clubes pelos quais o futebolista passou até completar 23 anos.

Como Oblak representou a União de Leiria por uma temporada incompleta quando tinha 18 anos, o clube poderá receber qualquer coisa como 0,4% do valor total da transferência. Se fosse pelos tais 80 milhões de que se fala, a o clube receberia um verba a rondar os 320 mil euros.

“Para ganhar dimensão, a União de Leiria precisa de infra-estruturas melhores, o que não se resolve com esse dinheiro. Mas também precisa de uma sede social no centro da cidade que seja um ponto de encontro e reunião de massa crítica que também lhe faz falta. Esse dinheiro pode ajudar nessa necessidade, mas terão de ser os sócios a decidir”, diz Nuno Cardoso, presidente da Direcção.

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.