Economia

Nerlei celebrou 31 anos com conferência e homenagens

30 jun 2016 00:00

Associação de Leiria quer chegar a 2018 com 1250 associados

nerlei-celebrou-31-anos-com-conferencia-e-homenagens-4524
Raquel de Sousa Silva

Os políticos portugueses “têm uma agenda própria” e não estão a propor às pessoas a melhor solução para elas conseguirem o que querem. “Excepto facilidades. Estamos num estado primário da vida política, que é oferecer facilidades”, lamentou segunda-feira João Salgueiro num jantar conferência na Nerlei.

O economista alertou que “quem diz que há um caminho mais fácil do que aquele que passa por ganhar na competição internacional está a adiar a solução e está a enganar as pessoas”.

“Acredito que os políticos, como os vendedores de qualquer coisa, querem conquistar o serviço e mantê-lo. Se sentirem que as pessoas querem uma coisa diferente [farão por isso]”, disse o ex-vice governador do Banco de Portugal na intervenção que fez no jantar do 31º aniversário da Associação Empresarial da Região de Leiria. Para isso, “é preciso que as pessoas tenham mais informação e se indignem mais por não existir aquilo que devia existir”.

Jorge Santos, presidente da associação, disse que esta mantém “excelentes relações de colaboração” com as instituições do poder local, regional e nacional e com associações locais, sectoriais e regionais e que participa em várias associações nacionais.

Quanto à região de Leiria, acredita que está mais forte e competitiva, como o indicam os dados disponíveis. De 2011 para 2015, por exemplo, as exportações do distrito cresceram 29%, enquanto a nível nacional a subida foi de 18%. A taxa de cobertura das importações pelas exportações, em Leiria, é de 144%, contra os 82% do País.

Em dia de aniversário, a associação distinguiu com o Prémio Carreira 13 sócios-gerentes ou administradores de empresas associadas, com 80 ou mais anos de idade, que mantém vínculos a estas, mesmo que já não tenham funções executivas. Pessoas que “desde muito jovens revelaram características inatas para criarem negócios, fazê-los crescer, criar emprego e riqueza para a região".

"Foram o que hoje se designa empreendedores. Arriscaram e com grande empenho, dedicação e esforço criaram empresas que hoje se destacam no plano empresarial regional e até nacional”, contribuindo para que “o tecido empresarial da região seja hoje conhecido e reconhecido em todo o País como um dos mais dinâmicos, diversificados e sólidos”.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.