Covid-19

Politécnico de Leiria faz testes da Covid-19 aos pescadores de Peniche

14 mai 2020 17:20

Instituição de ensino superior apoia homens e mulheres do mar

politecnico-de-leiria-faz-testes-da-covid-19-aos-pescadores-de-peniche
Testes serão feitos no CETEMARES
Ricardo Graça/Arquivo

O Politécnico de Leiria uniu esforços com o Ministério do Mar, o Ministério da Saúde (ARS-LVT e ACES-Oeste), o Município de Peniche, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Peniche e a Organização de Produtores da Pesca do Centro, para dar resposta à preocupação demonstrada pela comunidade piscatória, no sentido de garantir um regresso seguro à actividade.

Nos dias 14 e 15, serão alvo de diagnóstico os primeiros 130 pescadores, cujas análises serão asseguradas pelo Centro Diagnóstico Covid-19 do Politécnico, instalado no edifício CETEMARES, em Peniche.


Este é, como refere Rui Pedrosa, presidente desta Instituição, em comunicado, "um exemplo de conjugação multissectorial de esforços no apoio ao sector produtivo nacional e a toda a sociedade portuguesa".

O laboratório, que entrou em funcionamento no dia 27 de Abril, possui meios e recursos para desenvolver e aplicar testes de diagnóstico do coronavírus, essenciais para, junto das populações mais vulneráveis, diagnosticar, prevenir, programar e delinear as estratégias de mitigação do contágio da população.

O equipamento foi certificado pelo Instituto Nacional Dr. Ricardo Jorge e funciona com a colaboração de professores e investigadores voluntários do Politécnico de Leiria.

A estrutura tem estado dedicada à realização de três mil testes aos utentes e trabalhadores das Estruturas Residenciais para Idosos e dos Serviços de Apoio Domiciliário nas Comunidades Intermunicipais das regiões de Leiria e do Oeste e de outros locais onde seja necessário, sob coordenação do Instituto da Segurança Social, I.P., através de um protocolo assinado com o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

"Nas últimas duas semanas foram realizados, aproximadamente, mil testes aos trabalhadores dos lares da Comunidades Intermunicipais das regiões de Leiria e do Oeste. O presidente do Politécnico de Leiria sublinha que, "num curto espaço de tempo, conseguimos fazer obra para criar este espaço laboratorial, fizemos a aquisição de alguns equipamentos e formação dos voluntários que se ofereceram para colaborar (investigadores doutorados, bolseiros de investigação, estudantes de doutoramento e outros) e a contratualização de um seguro para os mesmos; adquirimos os reagentes para fazer os ensaios; fizemos os ensaios do painel de testes do Instituto Ricardo Jorge, e, no dia 24 de Abril, recebemos a certificação. Não foi um processo fácil, mas com este espírito colaborativo de todos, professores, investigadores e corpo técnico do Politécnico de Leiria foi possível estarmos agora a assegurar este serviço tão importante à nossa comunidade que permite transmitir segurança e confiança para a população em geral e em particular para comunidades normalmente mais vulneráveis."
#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.