Viver

Pombal lança plataforma digital para divulgar cultura no concelho

3 mai 2021 18:32

Na plataforma estão ainda elencados os vários espaços do concelho que podem albergar os espectáculos

pombal-lanca-plataforma-digital-para-divulgar-cultura-no-concelho
Teresa Salgueiro tem um espectáculo agendado para o dia 8 de Maio
DR
Redacção/Agência Lusa

A Câmara de Pombal apresentou hoje uma plataforma digital para divulgar a cultura no concelho, que inclui programação e informação sobre os agentes culturais, disponibilizando o contacto directo destes, numa iniciativa que quer “democratizar o acesso à cultura”.

“Esta é, seguramente, uma plataforma que vai democratizar o acesso à cultura”, afirmou em conferência de imprensa o presidente da autarquia, Diogo Mateus.

De acordo com o autarca, a plataforma, disponível em cultura.cm-pombal.pt, visa “agregar toda a programação cultural” e apresentar os diversos agentes culturais do concelho de Pombal.

“Esta base, que junta todos estes agentes culturais, nunca estará fechada”, salientou, destacando a possibilidade de contratação destes, através desta plataforma e com contacto directo com o artista.

Cerca de 60 criadores já aderiram a esta plataforma, número que o autarca quer ver crescer.

Diogo Mateus acrescentou que a plataforma constitui, igualmente, um “repositório actualizado, bem organizado, no que diz respeito à produção cultural em Pombal e que muito auxiliará todos aqueles” que queiram visitar o concelho ou “queiram contratar os músicos e criadores culturais de todas as índoles”.

Por outro lado, permite perceber “o que já se fez, o histórico de actividade, promoção e dinamização”, e “contar com espectáculos em directo”, continuou Diogo Mateus, ressalvando que tal sucederá sempre que se reunirem condições e com a respectiva autorização dos produtores.

Na plataforma estão ainda elencados os vários espaços do concelho que podem albergar os espectáculos, mostrando, dessa forma, os locais a quem os queira promover, ou aferir o nível de procura destes e, assim, “negociar em tempo segundos ou terceiros espectáculos”.

Para o presidente, esta iniciativa é uma “grande riqueza”, exemplificando que “daqui a 20, 30 anos” se vai poder ver como é que a cidade e o concelho se desenvolveram do ponto de vista cultural durante a pandemia de Covid-19.

Lembrando o “período crítico” relacionado com a pandemia e reconhecendo as consequências para os agentes, intérpretes ou criadores culturais, Diogo Mateus considerou esta uma “mensagem de esperança e de confiança”.

A plataforma digital já disponibiliza hoje mais de 50 propostas culturais em agenda, entre Maio e Setembro, permitindo “ao público acompanhar a programação regular, fazer a reserva do seu bilhete ou agendar na sua agenda pessoal, para além de uma dezena de conteúdos digitais gravados durante o confinamento”.

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.