PATROCINADO

Saúde

Substância proveniente da Cannabis usada no tratamento do cancro

26 mai 2020 14:55

Estudos científicos têm demonstrado efeitos positivos de um dos compostos da Cannabis, o Canabidiol (CBD) no tratamento de várias patologias

substancia-proveniente-da-cannabis-usada-no-tratamento-do-cancro
.
DR

O CBD é também usado para minorar sintomas de alguns tratamentos cancerígenos. Conheça um pouco mais sobre o canabinóide.

Ao longo das últimas décadas, as entidades de pesquisa internacionais têm vindo a interessar-se cada vez mais sobre os componentes naturais e a forma como estes podem contribuir para melhorar a Medicina e os tratamentos de um número variado de doenças.
Uma das plantas que tem sido amplamente estudada é a Cannabis e os mais de cem compostos canabinóides que a integram.
Ao longo de todo este processo de estudo, um dos componentes da planta, o Canabidiol, tem sido apontado como um potencial aliado no tratamento de um vasto conjunto de problemas e patologias humanas.
Esta substância já foi retirada da lista de doping e, além disso, tem sido frequentemente usada, em vários países, no tratamento do cancro e também dos sintomas associados com outras formas de tratamento da doença, como a quimioterapia.
Saiba mais sobre o Canabidiol e venha descobrir as razões pelas quais este composto está a ser integrado nos tratamentos cancerígenos.

CBD: o que é?

O Canabidiol ou CBD é um canabinóide encontrado na Cannabis e que é particularmente conhecido pelas suas propriedades terapêuticas.
Este composto não tem efeitos psicoativos, não gera dependência, está classificado como seguro pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e o seu uso está recomendado no tratamento de dores crónicas e de doenças graves, em adultos, crianças e animais, havendo, evidentemente, recomendações distintas quanto às dosagens.
Além de atuar sobre o sistema endocanabinóide, onde se envolve em vários processos fisiológicos, promovendo a redução das dores, a melhoria do funcionamento cerebral e cognitivo e a capacidade de controlar aspectos como o apetite; este composto tem ainda a vantagem de ser orgânico e natural, não acarretando as problemáticas associadas aos produtos químicos farmacêuticos.
Os efeitos do CBD são anti-inflamatórios, neuroprotetores, relaxantes, antioxidantes, antiepiléticos e imunossupressores.

O CBD e as doenças cancerígenas

Por todos os benefícios associados a este composto, este tem vindo a ser estudado para o tratamento de doenças cancerígenas.
Vários estudos, de inúmeras instituições de saúde e pesquisa internacionais, têm vindo a debruçar-se sobre o CBD.
Recentemente, um estudo italiano, que juntou pesquisadores das Universidades de Milão e Insubria descobriram uma ação positiva do consumo deste composto no tratamento de várias doenças cancerígenas, tendo obtido resultados que comprovam o aumento da apoptose seletiva das células tumorais, o que contribui para a eliminação da doença.
Estudos portugueses também revelaram que, quando realizado a par com outras terapias de tratamento do cancro, como a quimioterapia, o uso de CBD pode ter uma ação muito positiva na redução dos efeitos nocivos desse tipo de tratamento, ajudando os pacientes a permanecer em melhores condições durante o decurso do mesmo.
O CBD continua a ser estudado pelas suas propriedades terapêuticas e está já a ser prescrito para o tratamento de doenças cancerígenas.

Texto escrito segundo as regras do Acordo Ortográfico de 1990

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.