Viver

Tiago Pereira, mentor de A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, organiza congresso na Marinha Grande

13 fev 2020 09:40

Mote: "O que te afecta na música, a música que te afecta, porque fazes, o que fazes?"

tiago-pereira-mentor-de-a-musica-portuguesa-a-gostar-dela-propria-organiza-congresso-na-marinha-grande
Tiago Pereira entregou-se, desde 2011, a recolher, gravar e divulgar património de tradição oral
DR

Chama-se "O Quase Congresso de Música Afectiva Portuguesa" e responde ao mote "O que te afecta na música, a música que te afecta, porque fazes, o que fazes?"

Vai acontecer na Marinha Grande, nos dias 30 e 31 de Maio, com organização, entre outros, de Tiago Pereira, mentor do projecto A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, em parceria com Paulo Tojeira e os Tocándar.

O programa já conhecido inclui testemunhos de Rafael Freitas (música e comunidade), Joaquim Pinto Gonçalves (música e emoções), Jorge Lira (a magia de conseguir dotar de alma um instrumento), Josefina Fernanda Bouças (ser ensaiadora de um grupo), Paulo Tojeira (percussão e comunidade), Isabel Pereira dos Santos (cantar para as crianças ou Cerelac para a alma), Florêncio Cacete e Mariana Cristina (sentimentos e afectos expressos na música de um povo), Carlos Alberto Augusto (paisagens sonoras e música), Vítor Rua (improviso), Tiago Pereira (gravações e desenvolvimento cognitivo), colectivo Bathstage Music (música e casas de banho), Nicole Sánchez (fotografia e afectos) e Patrícia Costa (ser fadista em tudo o que se faz).

O alinhamento de concertos contempla Tocándar, Carlos Batista Júnior, Bia Maria, Marciano Homem de Marte e Winga Kan.

Há, para já, uma performance anunciada, por Paulo Bastos.

"O Quase Congresso de Música Afectiva Portuguesa" pretende ser um "manifesto de cultura participativa", realizado "sem fundos, apenas com a vontade e a colaboração das pessoas".

EVENTOS