Sociedade

Trocar o sofá pelo voluntariado e ajudar os outros… aos 94 anos

27 dez 2019 08:32

Palmira Peixoto integra equipa da Legião de Maria da Diocese de Leiria

trocar-o-sofa-pelo-voluntariado-e-ajudar-os-outros-aos-94-anos
Palmira Peixoto continua a fazer voluntariado, porque, diz, “temos a obrigação de ajudar o próximo
Ricardo Graça
Maria Anabela Silva

Não gosta de falar na primeira pessoa, porque considera “não fazer nada de mais”, mas acaba por aceder a partilhar o seu testemunho como voluntária. Palmira Peixoto vai já a caminho dos 95 anos e é um dos elementos da Legião de Maria, uma organização internacional de leigos que este ano assinala 70 anos de actividade na Diocese de Leiria-Fátima.

“O que fazemos? Fazemos visitas a lares, centros de dia ou hospitais. Damos conforto, fazemos companhia e ouvimos. Levamos o nosso sorriso e uma palavra amiga”, conta Palmira Peixoto, que entrou para a Legião de Maria já depois dos 80 anos, após a morte do marido, com quem esteve casada durante mais de 60 anos. “Passei por uma fase complicada. Foram quatro anos difíceis em que não me apetecia sair de casa nem enfrentar as pessoas. Certo dia, convidaram-me para a Legião de Maria e o meu filho incentivou a aceitar. Foi o melhor que fiz”, recorda.

A partir daí, Palmira passou a ter um motivo extra para sair de casa e deixar o sofá, que considera “um inimigo” dos mais velhos. “Sabe, acomodamo-nos ao conforto e isso acaba por nos levar mais para baixo”, justifica a mulher, que, praticamente todos os dias tem actividades relacionadas com a Legião de Mar

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.