Opinião

Teorias rurais

8 fev 2019 00:00

Confiando que a neve fique sossegada no interior do continente europeu, e se tudo correr de acordo com o previsto, aproxima-se o momento de estrumar!

A recente vaga de geada tem trazido algum frio à região. Diz-se que “é tempo dele”, mas interessa que o gelo não se transforme em neve, ou as plantações de 2019 arriscam ficar comprometidas (leia-se, bastante atrasadas).

Confiando que a neve fique sossegada no interior do continente europeu, e se tudo correr de acordo com o previsto, aproxima-se o momento de estrumar!

Esta é uma das mais importantes actividades agrícolas de inverno, e posso aqui partilhar o meu know-how nesta matéria junto de quem vem esquecendo o seu relevo.

A terra está neste momento solta e húmida, pelo que os nutrientes que habitam o estrume facilmente se incorporam nos solos, nomeadamente o azoto, o potássio e o fósforo.

Depois de aplicar o esterco na terra, esta deve ser suavemente remexida, de forma a envolver bem todos os ingredientes, e apenas após essa fase se pode pensar em semear.

Clarificando: deve dizer-se

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
ASSINE JÁ
Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.