Viver

Leiria: sobre arte e negócios, fala quem sabe

18 nov 2019 12:44

Seminário na Nerlei analisa o cruzamento entre o empreendedorismo e a criatividade, com base em projectos concretos

leiria-sobre-arte-e-negocios-fala-quem-sabe
Concerto de Whales em Ourense, Espanha, no mês de Outubro
Manuel Araujo Montero / DR

Empreendedorismo e criatividade, da arte à gestão. O tema do seminário que se realiza na quinta-feira, 21 de Novembro, em Leiria, com representantes do Festival A Porta e da editora Omnichord Records, entre outros.

O edifício da Nerlei – Associação Empresarial da Região de Leiria, junto ao estádio municipal, é o cenário para um programa que arranca às 17 horas pela voz de Vítor Ferreira, director-executivo da D. Dinis Business School, instituição que dinamiza o evento.

Segue-se Raquel Lains, promotora originária de Leiria que através da agência Let's Start a Fire trabalha com músicos como Bruno Pernadas e Benjamim, entre outros, que vai falar sobre promoção e marketing discográfico, e Pedro Miguel, investigador em estudos culturais, que apresenta uma análise sobre a cultura e a criatividade em Leiria.

Hugo Ferreira, fundador da Why Portugal e da Omnichord Records, editora de Leiria que lançou Surma, First Breath After Coma e Whales, entre outros projectos, responde à pergunta “Como exportar na indústria da música?” e Gui Garrido, director-artístico do Festival A Porta, que acontece em Leiria, encerra a tarde com o mote “Da arte à gestão, como foi?”.

A participação no seminário é gratuita, mas sujeita a inscrição.

EVENTOS