Sociedade

Mosteiro da Batalha avança com obras no claustro real

13 fev 2020 12:36

Concurso público está a decorrer

mosteiro-da-batalha-avanca-com-obras-no-claustro-real
As obras têm um prazo de execução de um ano.
Ricardo Graça/Arquivo

O Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha, vai para obras.

Foi lançado ontem o concurso público para a recuperação dos claustros de D. João I e D. Afonso V, numa intervenção que tem um prazo de execução de um ano e um preço base de 694.276 euros.

Joaquim Ruivo, director do Mosteiro da Batalha, aplaude a medida. “Esta era uma obra prioritária e há muito que esperamos a sua concretização. Finalmente, verificamos que o processo está a andar”, adianta ao JORNAL DE LEIRIA.

Segundo este responsável, a intervenção destina-se sobretudo à limpeza do claustro real e sua conservação. “Consideramos urgente e necessária a limpeza de todas as fachadas dos claustros, que estão muito expostas aos ventos de norte e noroeste e são uma zona mais agredida pela chuva e menos solarenga”, constata Joaquim Ruivo.

O director do Mosteiro revela ainda que estas condições atmosféricas têm afectado bastante as decorações manuelinas, umas das primeiras a serem construídas, tendo como consequência a infestação de líquen.

“Temos de realizar agora a limpeza e a conservação, para que daqui a 100 anos não estejam desaparecidas.” Insistindo que “esta é uma obra fundamental”, que conta com financiamento europeu, Joaquim Ruivo explica que na limpeza das pedras será utilizado um hidrofugante, produto “certificado e testado”, que irá conferir uma maior durabilidade à limpeza e conservação e “impedir infiltrações”.

O responsável acredita que esta intervenção vai permitir aos “elementos pedreos” mais 500 ou 600 anos de vida.

EVENTOS