Economia

Pequeno comércio, cabeleireiros, livrarias e serviços públicos reabrem segunda-feira

30 abr 2020 18:53

Restaurantes, cafés, pastelarias e esplanadas só deverão abrir a portas a 18 de Maio.

pequeno-comercio-cabeleireiros-livrarias-e-servicos-publicos-reabrem-segunda-feira
Uso de máscara vai passar a fazer parte do dia-a-dia dos cidadãos
Ricardo Graça

Com o final do estado de emergência, no dia 2 de Maio, que será substituído pelo estado de calamidade, vai ser possível começar a reabrir alguns negócios.

O primeiro-ministro anunciou hoje que, a partir desta segunda-feira, dia 4 de Maio, vão reabrir o comércio local - lojas com porta aberta para a rua até 200 metros quadrado, cabeleireiros, manicures e barbeiros.

As livrarias e o comércio automóvel, assim como os balcões desconcentrados de atendimento ao público (repartições de finanças, conservatórias, etc.) também voltam a trabalhar directamente ao público.

Em todos os casos o uso de máscara é obrigatório, assim como o atendimento por marcação prévia, nos locais em que é possível fazê-lo.

O confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância activa mantém-se, tal como o dever cívico de recolhimento domiciliário.

Estão proibidos os eventos ou ajuntamentos com mais de 10 pessoas.

Há uma lotação máxima de 5 pessoas por 100m2 em espaços fechados. Nos transportes públicos, a partir de segunda-feira, a lotação é de 2/3, sendo obrigatório o uso de máscara e a higienização do local.

O governo aconselha ainda manter o exercício profissional em regime de teletrabalho, sempre que as funções o permitam, devendo passar a teletrabalho parcial com horários desfasados ou equipas em espelho a partir do dia 1 de Junho.

As lojas com porta aberta para a rua até 400m2, restaurantes, cafés, pastelarias e esplanadas devem abrir a partir de 18 de Maio.

Os restaurantes terão de ter uma lotação a 50% e funcionar até às 23 horas, com condições específicas.

Os centros comerciais ou áreas superiores a 400 m2 regressam à actividade a 1 de Junho.

 

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.