Economia

SEAT estreia-se no segmento dos SUV com o Ateca

14 jul 2016 00:00

É o primeiro SUV da marca espanhola e alcançou as cinco estrelas do organismo europeu regulador da segurança automóvel EuroNCAP.

seat-estreia-se-no-segmento-dos-suv-com-o-ateca-4631

O SEAT Ateca tem 4,39 m de comprimento, apresentandose compacto por fora, mas muito espaçoso por dentro, sobretudo nos lugares de trás do habitáculo e na bagageira que, com 510 litros – 485 litros na versão 4×4 - é das mais generosas no segmento. A entrada na gama é feita a partir dos 26.921 euros para a versão 1.0 TSI a gasolina, com 115 cv, ao passo que a opção correspondente a gasóleo tem custo de 29.260 euros.

O novo SUV traz ainda muito equipamento de série, em especial sistemas de segurança. A oferta a gasolina arranca com o pequeno tricilíndrico 1.0 TSI sobrealimentado, com 115 cv e que com 200 Nm às 2000 rpm consegue melhores resultados a nível de desempenho do que o 2.0 atmosférico. Os motores turbodiesel também estão representados com o 1.6 TDI, de 115 cv, será a versão mais acessível (29.260 euros).

O gasóleo volta a estar presente com o 2.0 TDI, com 150 e 190 cv, com ou sem caixa DSG. Haverá ainda uma versão com sistema de transmissão integral 4Drive.

Grupo AMConfraria adquiriu Leiribéria
A apresentação do novo SUV coincidiu com o anúncio público da aquisição do concessionário SEAT para o distrito de Leiria, Leiribéria, pelo Grupo AM Confraria. Já há algum tempo que existiam indicações de que o negócio estaria para breve, mas só agora a empresa de Colmeias, Leiria, revelou os detalhes.

Segundo um comunicado do Grupo AM Confraria, desde Fevereiro que este assumiu a administração da Leiribéria, investimento inserido na estratégia de crescimento do grupo. “Crescer significa mais investimento”, afirma o empresário Jaime Gaspar dos Santos, que juntamente com a esposa, Francelina Santos, gere o grupo.

O empresário, que há 27 anos criou a AutoMecânica da Confraria, refere que o investimento foi “um dos maiores realizados pelo grupo até agora”.

“Desde há alguns anos que vínhamos a pensar instalar- nos junto à cidade de Leiria, para estarmos mais próximos dos nossos clientes”, conta Jaime Santos, acrescentando que a possibilidade de aquisição da Leiribéria foi visto, assim, como “uma mais-valia para o grupo”.

O primeiro contacto, adianta, foi feito no dia 4 de Janeiro e, no dia 1 de Fevereiro, já a nova administração estava em funções.

“Foi um processo muito rápido, tendo em conta a necessidade de assegurar a continuidade da empresa”, refere.

A aquisição mantém os 25 postos de trabalho, estando em curso um processo de reestruturação interno que deverá estar concluído até final do ano.

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.