Viver

Surma, First Breath After Coma e The Gift partilham palco com Sam Smith, Counting Crows e Fontaines DC

8 jan 2021 16:16

Festival de música online solidário com os artistas chega no fim deste mês

surma-first-breath-after-coma-e-the-gift-partilham-palco-com-sam-smith-counting-crows-e-fontaines-dc
FBAC já gravaram em Leiria a sua participação no festival
DR
Redacção/Agência Lusa

Nos dias 28 e 29 de Janeiro músicos e bandas portugueses, britânicas e dos Estados Unidos juntam-se num grande evento online solidário organizado pela EveryBody Belongs Here (EBH) - em Portugal, a ajuda é direccionada para a União Audiovisual, que apoia, com bens alimentares, profissionais do audiovisual.

A ideia é conseguir “ajudar da melhor maneira possível” artistas e profissionais da música que têm passado por dificuldades nos últimos meses, como o mentor da iniciativa o músico Saul Davies, guitarrista da banda James.

O cartaz inclui os portugueses The Gift, Surma, The Legendary Tiger Man, First Breath After Coma, Throes + The Shine, a moçambicana Selma Uamusse e ainda Sam Smith, Fontaines DC, Steve Mason, dos Beta Band, The Slow Readers Club, entre outros.

Saul Davies, em declarações à Agência Lusa realçou “a importância da responsabilidade social dos músicos em agir de forma positiva, não podendo ficar de braços cruzados e apoiar todos os que precisam”.

O cartaz completo do festival inclui Kyle Falconer, de The View, Tim Booth e Saul Davies, dos James, Charlotte Church, Newton Faulkner, Rosellas, Zeztra Ireland, Sounds of the Sirens, Gruff Rhys, dos Super Furry Animals, Emily Barker, Fenne Lilly, Pattern Pushers, Alexander Stewart, Ferocious Dog, Memes, Joseph Arthur, Hennessey, Adam Duritz, líder da banda rock Counting Crows, Scott Doon e James Atkins.  

Esta iniciativa não acontece devido à actual situação pandémica, realçou o músico, reconhecendo que 2020 “não foi um ano de grandes oportunidades para os músicos mostrarem o seu trabalho”. Todavia, realçou, “não se pode ficar numa apatia em casa, e há que fazer coisas em prol de todos e alcançar uma vida normal.”  

O festival conta com prestações gravadas pelos artistas, às quais se tem acesso por streaming no site da EBH e, adquirindo o bilhete em htts://link.dice.fm/40msd8tpbcb.

Cada sessão diária do festival terá a duração de cerca de duas horas e meia. Os The Gift vão gravar duas canções para o festival, num teatro em Ovar; Surma já gravou em Sintra, e os First Breath After Coma, em Leiria.

"O Saul Davies ficou muito impressionado com a qualidade das gravações que os músicos da Omnichord Records [Surma e First Breath After Coma] e pediu mais", recorda Hugo Ferreira, fundador da editora de Leiria.

“É também uma possibilidade de os músicos portugueses mostrarem o seu trabalho além-fronteiras”, referiu Saul Davies.   

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.