Guida Figueiredo

Guida Figueiredo

Nova Rota Marítima da Seda

Em troca a China aponta como benefícios aos países envolvidos a oportunidade de desenvolvimento do seu país facilitando o fluxo de trocas comerciais, de investimento e culturais

9 jun 2016

Paulo Henrique

Paulo Henrique

A natureza das coisas

Discutimos da nossa visão de Portugal, das nossas comunidades portuguesas e das nossas memorias de Leiria.

9 jun 2016

Carlos Matos, presidente da Fade in

Carlos Matos, presidente da Fade in

A importância das coisas

No caminho inverso da massificação e na senda, há muito reconhecida, do cultivo de gostos personalizados longe da esfera mainstream, a Fade In - Associação de Acção Cultural, levou a cabo, recentemente, o festival Monitor.

2 jun 2016

Orlando Fernandes

Orlando Fernandes

Respostas concretas

Quem em Portugal, com a pressão fiscal brutal que suga parte da riqueza, não sonha em colocar o seu dinheiro a salvo de um fisco amoral?

2 jun 2016

Francisco Freire, investigador

Francisco Freire, investigador

Teorias rurais

Esta nota preambular tem por objetivo sublinhar, uma vez mais, a falta de empenho das autoridades locais e nacionais na salvaguarda dos interesses dos nossos criadores de suínos e suínas.

2 jun 2016

Fernando Gonçalves, INTERVIR JÁ – Movimento Cívico

Fernando Gonçalves, INTERVIR JÁ – Movimento Cívico

Como se mede a ciência?

Na publicação de um determinado conteúdo científico, o que mais pesa em termos de prestígio e influência, além do sítio onde é publicado, é a quantidade das citações e a qualidade académica de quem cita.

2 jun 2016

João Nazário

João Nazário

Opinião (pouco) livre

Felizmente, o Jornal de Leiria tem tido uma estabilidade financeira que lhe permite continuar a ser fiel aos princípios para o qual foi criado.

2 jun 2016

Margarida Varela

Margarida Varela

Hiroshima

E assim, pela primeira e única vez na História da Humanidade, foram utilizadas armas nucleares contra populações civis.

2 jun 2016

Cinco vantagens de ser criança

Ninjas e Princesas Por Ricardo Graça

2 jun 2016

Luís Mourão, dramaturgo

Luís Mourão, dramaturgo

Milagres

A lenda das rosas, uma habilidade da sua tia avó Santa Isabel da Hungria, ocupa um papel que pese embora a sua aparição tardia...

26 mai 2016

João Carvalho Santos, professor e investigador

João Carvalho Santos, professor e investigador

‘Direita liberal’ portuguesa: tudo menos liberal

No dicionário online de língua portuguesa, liberalismo é ser não conservador; de ideias favoráveis à liberdade individual.

26 mai 2016

Micael Sousa, investigador

Micael Sousa, investigador

Crónicas do património*

Apesar de ser uma herança, o património não é necessariamente um assunto do passado no sentido em que se constrói no presente para o futuro.

26 mai 2016

António Poças

António Poças

Segurança de infraestruturas de TI

No passado dia 19 de maio decorreu na NERLEI a primeira destas iniciativas, uma tertúlia, dedicada ao tema da segurança das infraestruturas TI.

26 mai 2016

J. M. Amado da Silva

J. M. Amado da Silva

Mas isto é política?

decisão agora tomada pelo Governo, e cuja fundamentação parece ser a frase do tal outdoor, é constitucional? A óbvia resposta é: É!

26 mai 2016

Sérgio Felizardo, Editor-in-Chief Vice Portugal

Sérgio Felizardo, Editor-in-Chief Vice Portugal

O lugar da cultura é na garagem

Hoje em dia, o autocarro é directo, tem net e quando dás por ela já estás a ver o Castelo. Tudo simples e moderno. Tudo aquilo que a Central de Camionagem não é.

19 mai 2016

Vítor Hugo Ferreira, director-geral da Startup Leiria

Vítor Hugo Ferreira, director-geral da Startup Leiria

Empreendedorismo e limonada

Paradoxalmente, esta CE quer agora castigar o Estado português que havia seguido as suas indicações (que de facto, agora, até se tem afastado de algumas das suas prescrições).

19 mai 2016

Amor simples

No meio desta aflição de folha branca com prazo a terminar, apercebi-me de que uma ideiazinha de amor, muito simples e muito básica, corriqueira mesmo.

19 mai 2016

Leonel Pontes

Leonel Pontes

Belle époque portuguesa

A belle époque foi um período da história contemporânea que teve o seu início nos finais do século XIX, por volta dos anos de 1889, mantendo-se até 1914, até à eclosão da I Guerra Mundial.

19 mai 2016

Henrique Neto

Henrique Neto

Mudar de rumo – A aceleração da mudança

Hoje, nascemos e morremos em países diferentes, temos de estar preparados para mudar de profissão uma ou mais vezes e o futuro é tudo menos previsível.

19 mai 2016

António Frazão

António Frazão

Sabia que o amor é um alimento essencial ao desenvolvimento do cérebro do seu filho?

Se a actividade física e o ar livre são importantes durante toda a vida embrionária e durante os primeiros anos de vida; se uma alimentação cuidada, natural e equilibrada em função das necessidades da criança é essencial, o cérebro tem necessidade de amor

19 mai 2016