Sociedade

Há dez praias na região com zero poluição. Saiba quais são.

9 jun 2021 10:33

Conheça a lista das praias do distrito que estão há três anos sem sinais de poluição, com todas as análises isentas de qualquer contaminação microbiológica.

ha-dez-praias-na-regiao-com-zero-poluicao-saiba-quais-sao
Praia do Rei do Cortiço, em Óbidos, é uma das novidades na lista deste ano das praias com poluição zero, elaborada pela associação ambientalista Zero
turismo.obidos.pt

Procura uma praia no distrito sem sinais de poluição na água há três anos? Tem 10 por onde escolher. No País são 53.

Na lista feita pela associação ambientalista Zero, divulgada esta manhã, Alcobaça surge como um dos concelhos do País com mais praias com zero poluição. 

Esta é uma classificação atribuída por não ter sido detectada qualquer contaminação microbiológica nas análises efectuadas às águas balneares ao longo das três últimas épocas balneares. 

Às praias da Légua, Pedro do Ouro e Polvoeira, que no ano passado já figuravam na lista, Alcobaça junta agora Água de Madeiros. 

Outra das novidades na lista deste ano é a Praia do Mar, em Caldas da Rainha.
 
Rei do Cortiço, em Óbidos, e Baleal Campismo, Baleal Norte e Baleal Sul, em Peniche, continuam a integrar a lista, da qual saíram, este ano, Consolação e Consolação Norte, também em Peniche. 

Entre novidades e saídas, o distrito mantém em 2021 o mesmo número de praias com zero poluição do ano anterior: dez.

Elaborada desde 2016 pela associação Zero, a lista deste ano regista, a nível nacional, uma diminuição de praias com este nível de exigência, passando de 68 para as actuais 53. 

De acordo com a Zero, todas as praias distinguidas no ano passado como praias Zero Poluição estão classificadas, ao abrigo da legislação, como praias com qualidade da água "excelente". 

No entanto, se tiveram uma única análise em que foi detectada a presença de microrganismos, mesmo que muito longe do valor-limite, deixaram de poder ser incluídas nesta lista.

Em comunicado, a Zero reconhece que "é extremamente difícil conseguir um registo incólume ao longo de três anos nas zonas balneares interiores, muito mais susceptíveis à poluição microbiológica".

Tal como no ano passado, não há qualquer área balnear interior que consiga atingir os parâmetros para figurar na lista de praias “Zero Poluição”.

"É um indicador do muito que ainda há a fazer para garantir uma boa qualidade da água dos rios e ribeiras em Portugal, o que requer esforços adicionais ao nível do saneamento urbano e das empresas", realça a associação ambientalista.

Segundo a Zero, e de acordo com uma informação recente da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), uma análise intercalar efectuada em 2018 revelou "um decréscimo da qualidade da água" numa quantidade significativa das massas de água relativamente aos dados obtidos aquando do diagnóstico para o Plano de Gestão de Região Hidrográfica 2016-2021.

Os dados utilizados na análise da associação foram transmitidos pela APA, responsável pela coordenação destas matérias, designadamente pela classificação das águas balneares e dados de monitorização.

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.