Sociedade

PS vai apresentar moção de censura ao executivo da Câmara de Pombal

23 mai 2020 13:58

Socialistas vão levar documento à próxima Assembleia Municipal, que se realiza em Junho.

ps-vai-apresentar-mocao-de-censura-ao-executivo-da-camara-de-pombal
Diogo Mateus já retirou pelouros a dois vereadores do PSD na Câmara de Pombal
Ricardo Graça

 

 

 

O Partido Socialista de Pombal anunciou hoje que vai apresentar uma moção de censura ao executivo camarário liderado por Diogo Mateus (PSD), decisão que já foi comunicada à presidente da mesa da Assembleia Municipal de Pombal.

 

Numa nota de imprensa, o PS informa que o documento será discutido na próxima sessão da Assembleia Municipal, que se realiza no final do próximo mês de Junho.

 

Intitulada Por um Pombal melhor, esta moção é um “protesto, pela ausência de uma estratégia de desenvolvimento para Pombal, pelo incumprimento das promessas eleitorais assumidas, nomeadamente em matéria de desenvolvimento económico, turismo, florestas, juventude e cultura, e também pelo desgoverno notório”, justificam os socialistas.

 

“Após quase três anos de mandato, este executivo camarário tem sido inconsequente, ineficaz e errático”, refere a mesma nota de imprensa assinada por Odete Alves, presidente da Comissão Política Concelhia de Pombal do PS.

 

Segundo o PS, verifica-se uma “ausência de projectos estruturantes para Pombal” e uma “incapacidade reiterada em ouvir não só as restantes forças políticas, mas, sobretudo, os pombalenses, fugindo ao diálogo sério sobre o concelho, como, aliás, fez recentemente a propósito da requalificação do Jardim da Várzea”, o que o PS considera ser “inaceitável e temerário”.

 

Entendendo que há “uma ausência total de políticas de combate aos graves problemas demográficos” do concelho, o PS refere ainda que a “captação de investimento para Pombal é pontual e escassa”.

 

“Para além de tudo isto, vive-se, neste momento, uma total falta de autoridade do executivo camarário, assistindo-se sistematicamente nas reuniões de Câmara a verdadeiras batalhas entre o presidente da Câmara e os vereadores do seu partido, a quem retirou os pelouros à socapa.”

 

Para os socialistas, “há uma enorme e visível fragilidade governativa”.

 

“Em cada reunião de Câmara aumenta a desconfiança dos vereadores sem pelouros em relação à actuação do executivo camarário, associada não só ao facto do presidente lhes omitir informação que reputam de importante, mas também a suspeitas de irregularidades”, adianta o comunicado.

 

Sublinhando que o “PS de Pombal não confia neste executivo camarário”, “interpela-o a uma mudança política que venha a determinar, por um lado, um modelo de desenvolvimento mais próspero e eficaz, em que a participação dos pombalenses seja mais activa e participada e, por outro, que o foco central de actuação seja a resolução dos problemas do concelho e não as guerras político-partidárias”.

 

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.