Sociedade

Visita pascal em carrinha de caixa aberta, de carro ou a pé

18 abr 2020 10:40

Párocos encontram alternativas para assinalar o momento, mantendo o distanciamento social recomendado.

visita-pascal-em-carrinha-de-caixa-aberta-de-carro-ou-a-pe
Pároco de Porto de Mós faz a saudação pascal a partir da rua
Facebook Paróquia de Porto de Mós
Maria Anabela Silva

De carro, com colunas de som incorporadas, de carrinha de caixa aberta ou a pé pelas ruas, com os fiéis confinados às suas casas ou jardins. Estas foram algumas das formas encontradas por párocos da região para dar as boas festas aos seus paroquianos, substituindo a visita pascal tradicional, que inclui a entrada de casa em casa a dar o crucifixo a beijar (Compasso Pascal) e que, este ano, foi cancelada devido à Covid-19.

Na nota pastoral que publicou sobre a celebração da Páscoa em tempos de pandemia, o bispo de Leiria-Fátima sugeria isso mesmo: “onde for oportuno, revestido de alva e estola branca, o sacerdote poderá sair da igreja e abençoar, da rua, as casas com a água benta da vigília” e “sempre sem prejuízo das recomendações das autoridades de saúde para este tempo de pandemia".

Na paróquia de Porto de Mós, o padre está, desde o Domingo de Páscoa e até ao próximo dia 26, a percorrer os vários lugares. O percurso é feito com o sacerdote no meio da rua, acompanhado de um carro equipado com colunas. “As famílias que queiram a bênção”, devem assomar às varandas e aos jardins e “não há qualquer aproximação de pessoas nem o beijar da cruz”, pode ler-se no comunicado que divulga o programa da visita.

Também no concelho de Porto de Mós, mas em Alqueidão da Serra e Alcaria, o pároco está a percorrer as ruas da freguesia, a pé e acompanhado apenas de um colaborador, que vai tocando um sino e “mantendo a distância recomendada”. A partir da rua, saúde e dá a bênção àqueles que se encontram à janela, nas varandas ou jardins.

“Mesmo à distância, as pessoas sentem a nossa presença. É um sinal de esperança que queremos levar, nestes tempos de tristeza e dificuldade”, refere o padre Vítor Mira.

Na paróquia da Caranguejeira, o padre percorreu, no domingo, as principais ruas da freguesia, numa carrinha, transportando a imagem de Jesus Ressuscitado.

 

Nazaré
Via-sacra nocturna sem devotos
 
A Paróquia e a Confraria de Nossa Senhora da Nazaré promoveram, no sábado, uma via sacra nocturna sem a participação de devotos, o mesmo acontecendo com outras celebrações pascais, transmitidas via Facebook. Transportadas em carrinhas, as imagens de Nossa Senhora da Soledade e do Senhor dos Passos percorreram as principais ruas da vila, acompanhadas pelos padres Paolo Lagatta e Salvatore Forte, que presentearam os habitantes com várias canções e rezas. Citado por uma nota de imprensa da Câmara, Paolo Lagatta explica que “a iniciativa surgiu no intuito de animar a população num momento tão marcante como o que estamos a viver, e tentar unir uma forte devoção tradicional, a do Senhor dos Passos, com uma mensagem de esperança própria do tempo Pascal”.
#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.