Alexandre Pereira Martins

Alexandre Pereira Martins

Ver-se grego

Como seria ótimo se o projeto europeu falhasse estrondosamente, pelo menos para alguns poderem dizer que, já há anos, avisavam que a moeda única seria um fracasso. Só que o Euro não foi uma experimenta de laboratório para ver se funcionava ou não.

17 dez 2015

“Pequenas” coisas

Um Estado de Direito Humanista como o nosso não pode deixar de preocupar-se com os problemas do quotidiano dos cidadãos, sob pena de ser negar a sua própria essência.

17 dez 2015

Francisco J. Mafra, economista

Francisco J. Mafra, economista

Quem não deve não teme

Passos & Portas, tal como muitos dos seus peões de brega, foram inqualificáveis aquando da apresentação do actual governo na AR. Ao tratarem o PM A. Costa por “primeiro ministro vírgula não eleito” ou de expressões ainda mais malcriadas...

17 dez 2015

Carlos Martins

Carlos Martins

40 anos de acne juvenil

Por amor. Por amor faz-se tudo, até deixar que nos mandem ser outros. O optimismo de deixar uma herança em forma de filho salvador há-de ser, presumo, uma boa alavanca. Mas não sei.

11 dez 2015

Luís Malhó

Luís Malhó

O Futuro da Europa

A livre circulação de cidadãos está ameaçada por atentados terroristas que colocam em causa a nossa segurança e que tornarão o continente mais securitário. O tratado de Schegen deverá de ter os dias contados.

11 dez 2015

João Carvalho Santos, professor e investigador

João Carvalho Santos, professor e investigador

Arábia Saudita sinónimo de Estado Islâmico

A Al Qaeda não existia nem existe. O que há são um conjunto de organizações terroristas em diferentes países que o Ocidente passou a chamar de Al Qaeda para ser mais fácil dizer ao povo quem são os ‘maus’.

11 dez 2015

O que mantém as organizações vivas?

No passado a questão “organizações” tinha em vista a ética, ou seja todos deveriam ganhar. Aliás a coisa até era vista por um prisma muito mais lato. “A confiança” deveria ser comum de dois.

11 dez 2015

Teorias rurais

Não é de agora que sofro com o bullying que me vem sendo aplicado pelo lobby suíno, e sei que dificilmente alguém me proverá o crédito requerido de 2200 euros para gaiolas e alimentação. Facilmente se conclui que nestas paragens sem porcos não há startups

11 dez 2015

Amélia do Vale

Amélia do Vale

A caverna... Queria dizer “A Escola”.

Os exames e a sua pedagogia são de facto a resposta sombria para uma panóplia de problemas sociológicos, políticos, técnicos e psicopedagógicos que os respectivos responsáveis não conseguem resolver.

11 dez 2015

José Nunes André

José Nunes André

As alterações climáticas: mito ou realidade?

O mais pessimista prevê que a temperatura média do planeta poderá aumentar até 4,8 °C neste século – o que poderá resultar numa elevação até 82 centímetros no nível do mar e causar danos importantes na maior parte das regiões costeiras do globo.

11 dez 2015

João Nazário, director do Jornal de Leiria

João Nazário, director do Jornal de Leiria

A Misericórdia merecia melhor

Talvez fosse oportuno que D. António Marto, Bispo Diocesano, interviesse acalmando as ovelhas do seu rebanho mais excitadas com as lutas mundanas, lembrando-lhes que os princípios do Cristianismo são outros.

11 dez 2015

Ricardo Charters d'Azevedo, engenheiro

Ricardo Charters d'Azevedo, engenheiro

A Europa a caminho do desastre ?

Se não conseguirmos abandonar o caminho que trilhamos actualmente vamos para o desastre. Não enxergamos nenhum leader com uma ideia consistente para o futuro da Europa. Não há visão. Tornámo-nos conservadores…

11 dez 2015

Carlos Matos, presidente da Fade in

Carlos Matos, presidente da Fade in

Bateria(s) apontada(s) à Indonésia

Saradas as feridas e arrumada de vez a questão melindrosa de Timor, cabenos agora descobrir um país admirável, com um potencial económico, turístico e cultural, que vai muito além de Bali.

3 dez 2015

Luís Golegã, blogger As Redes do Damas

Luís Golegã, blogger As Redes do Damas

Derby à moda antiga

Voltei a respirar andebol. Voltei a perceber que o cheiro da resina parece perfume, que o som das sapatilhas fazem os acordes de uma bela música e que o barulho ensurdecedor das bancadas nos faz regressar aos tempos da infância e juventude

3 dez 2015

Manuel Gomes, economista

Manuel Gomes, economista

Terra, tecto e trabalho

Terra, Tecto e Trabalho são direitos que nos têm sido, progressivamente, negados.

3 dez 2015

Vítor Hugo Ferreira, director executivo D. Dinis Business School

Vítor Hugo Ferreira, director executivo D. Dinis Business School

Falácia da (Des)Economia

Num mercado livre, os salários ajustam-se de modo a que todos os que querem um emprego consigam obtê-lo.

3 dez 2015

Nuno Reis, professor e investigador

Nuno Reis, professor e investigador

Miopia

Os líderes do mundo tratam as questões do aquecimento global como se fosse um problema entre pessoas: mas com a Natureza não se negoceia, suborna ou interpreta.

3 dez 2015

Patrícia Ervilha, socióloga

Patrícia Ervilha, socióloga

Uma espécie de balanço

Politicamente foi um ano rico. Em polémicas, em corrupção, em suspeitas mais ou menos fundadas, nada de novo.

3 dez 2015

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Baque

Lembra-se da inesperada sensação de liberdade, de se ter sentido só e de essa solidão saber bem, por ser uma opção sua, por ser um breve intervalo do mundo e das suas pressas, uma fuga momentânea.

3 dez 2015

José Amado da Silva, professor universitário

José Amado da Silva, professor universitário

Revisitando Maquiavel

[António Costa] Vai distribuindo, com parcimónia, como ensina Maquiavel, as benesses ao povo, aproveitando uma pequena “almofada” e jogando com o tempo.

3 dez 2015